Oscar 2021:”Nomadland” vence melhor filme, direção e atriz; confira os outros premiados


Longa sobre nômades fez de Chloé Zhao a segunda mulher a ganhar categoria de direção; Anthony Hopkins, Frances McDormand, Daniel Kaluuya e Youn Yuh-jung arrebatam a premiação

Oscar 2021:"Nomadland" vence melhor filme, direção e atriz; confira os outros premiados

Foto: Reprodução / YouTube

Por: Augusto Romeo

Nos novos tempos em que vivemos devido à pandemia de Covid-19, a 93ª cerimônia dos melhores do cinema aconteceu em dois lugares: no Dolby Theatre e no Union Station, em Los Angeles. O filme “Nomadland”, de Chloé Zhao, foi o grande vencedor do Oscar 2021 neste domingo (25), com três prêmios.

O drama americano sobre nômades da terceira idade sem emprego ou aposentadoria venceu o principal prêmio da noite, o de Melhor Filme. A diretora chinesa, Chloé Zhao, venceu o Oscar de Melhor Direção, sendo a segunda mulher na história a arrecadar o prêmio na categoria: apenas Kathryn Bigelow havia ganho, em 2010, com o filme “Guerra ao Terror”. Já Frances McDormand venceu o prêmio de Melhor atriz pela sua atuação no longa-metragem.

Esta, inclusive, foi a edição do Oscar também foi a que mais premiou mulheres, com 17 vitórias. Em uma premiação recheada de filmes com forte teor político, Chadwick Boseman – ator de “Pantera Negra” e “A voz suprema do blues” – foi superado por Anthony Hopkins, que se tornou o ator mais velho a ganhar o prêmio. Caso ganhasse, Boseman seria o terceiro ator a receber um Oscar póstumo. Daniel Kaluuya, ator que esteve ao lado de Boseman em “Pantera Negra”, e fez excelente papel em “Corra”, chegou ao seu primeiro Oscar, o de melhor ator coadjuvante, interpretando Fred Hampton, um dos líderes dos Panteras Negras, movimento negro americano revolucionário.

 Por seu trabalho em “A voz suprema do blues”, Ann Roth levou o Oscar de Maquiagem e cabelo, se tornando a mulher mais velha a ganhar uma estatueta. Roth ficou a apenas uns meses de ser a pessoa mais velha, James Ivory, que também tinha 89 anos quando na categoria de Melhor Argumento Adaptado por “Call Me By Your Name”. Mank, de David Fincher, foi indicado à dez estatuetas e levou apenas duas: Melhor fotografia e Melhor design de produção. Já o incrível “Os 7 de Chicago”, do diretor Aaron Sorkin, foi indicado à seis categorias, mas não conquistou nenhuma.

Confira a lista completa da premiação:

Melhor filme: “Nomadland”
Melhor atriz: Frances McDormand – “Nomadland”
Melhor ator: Anthony Hopkins – “Meu pai”
Melhor direção: Chloé Zhao – “Nomadland”
Melhor atriz coadjuvante: Youn Yuh-jung – “Minari”
Melhor ator coadjuvante: Daniel Kaluuya – “Judas e o messias negro”
Melhor filme internacional: “Druk – Mais uma rodada” (Dinamarca)
Melhor roteiro adaptado: “Meu pai”
Melhor roteiro original: “Bela vingança”
Melhor figurino: “A voz suprema do blues”
Melhor trilha sonora: “Soul”
Melhor animação: “Soul”
Melhor curta de animação: “If anything happens I love you”
Melhor curta-metragem em live action: “Two distant strangers”
Melhor documentário: “My octopus teacher”
Melhor documentário de curta-metragem: “Collete”
Melhor som: “O som do silêncio”
Canção original: “Fight for you” – “Judas e o messias negro”
Maquiagem e cabelo: “A voz suprema do blues”
Efeitos visuais: “Tenet”
Melhor fotografia: “Mank”
Melhor edição: “O som do silêncio”
Melhor design de produção: “Mank”

Fonte: Metro1